35 Flares Twitter 0 Facebook 35 Pin It Share 0 Filament.io 35 Flares ×

Guardamos o Circuito da Lagoa Azul para o último dia em Barreirinhas. Esse passeio passa pela lagoa da Esmeralda, da Preguiça, da Paz e do Peixe; essa última é a única perene e estava com mais ou menos 1m75 de profundidade (na época de cheia pode chegar a 12m), ela é mais escura e cheia de peixes.

Apesar de fazer parte do passeio, a Lagoa do Peixe fica a meia hora andando de onde ficavam estacionados os veículos 4×4 e por pouco o guia não deixou ela de fora do passeio. Mas como queríamos conhecer o máximo possível seguimos para essa lagoa mais afastada.

Circuito Lagoa Azul (2) Circuito Lagoa Azul (3)

Lagoa do Peixe
Lagoa do Peixe

Fizemos esse passeio pela manhã e voltamos para o hotel por volta de 13h30. Novamente o pessoal do hotel foi muito solícito e nos deixou fazer check out às 14h30 por conta da baixa temporada (o horário normal é às 12h).

Check out feito, fomos para São Luís, pegamos muita chuva na estrada e a viagem durou 4 horas.

Sao Luis
Hotel Luzeiro

Ficamos hospedados no Hotel Luzeiro e conseguimos um ótimo valor de diária: novamente as vantagens de viajar em baixa temporada. O quarto era ótimo, bela estrutura com piscina. Café da manhã excelente, nada a reclamar, recomendo!

Jantamos no famoso restaurante Cabana do Sol, considerado um dos melhores do Maranhão. Tem duas filias na cidade, optamos pelo da Litorânea por ser o mais bonito (cobra-se R$ 6,00 de estacionamento por lá).

Cabana do Sol
Cabana do Sol

Carne de sol de filé mignon ou de picanha são os pratos mais pedidos do cardápio então optamos pela primeira opção. Pedimos a meia porção que servia bem duas pessoas.

Os garçons da Cabana do Sol são muito simpáticos, conhecemos o Abelardo, um mineiro de Belo Horizonte que nos atendeu super bem! O prato que pedimos não tinha arroz de cuxá como acompanhamento e como tinha lido muito sobre essas especialidade e estava muito curiosa para provar, o Abelardo nos trouxe uma pequena porção.

Guaraná JesusO arroz de cuxá é preparado com uma verdura bem amarga chamada vinagreira, camarão seco entre outros ingredientes. Resultado: valeu a experiência de provar, mas dispenso comer novamente… rs

Outra coisa que não se pode deixar o Maranhão sem provar é o famosíssimo Guaraná Jesus, um refrigerante cor de rosa com gosto bem diferente. É difícil de explicar e com certeza a melhor alternativa é provar (no Rio de Janeiro dá pra encontrar pra vender na Feira de São Cristóvão), mas se eu tivesse que definir o sabor seria algo próximo a tutti frutti.


Classificação:

Viagem: Família | Casal | Amigos | Sozinho
Custo: Mochileiro | Intermediário | Luxo
Duração: 24h | Fds | Semaninha | Mês inteiro | Intensivo de viagem

Confira os outros posts dessa viagem deliciosa pelo Maranhão

35 Flares Twitter 0 Facebook 35 Pin It Share 0 Filament.io 35 Flares ×

2 Comments

  1. Uaaaaaaauu, que ligar lindoooo *_*
    AMO viajar, vou acompanhar muito seu blog <3

    http://www.raposalaranja.com.br

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *