0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Pin It Share 0 Filament.io 0 Flares ×

Dormir no ônibus em Amsterdam e acordar em Copenhagen, não é lá uma coisa tão ruim… Eu não tinha ideia do que esperar de Copenhagen, nunca esteve nos meus planos e eu mal sabia o que havia na cidade, mas chegando na estação central, fui caminhando até o hostel e no caminho já me deparei com o parque de diversões Tivoli, que é um dos principais pontos turísticos de Copenhagen. Andando um pouco mais o predio da prefeitura foi o que me chamou atenção.

Prédio da Prefeitura

O hostel que eu fiquei foi o Copenhagen Downtown Hostel, se você for a Copenhagen eu recomendo que você fique lá, não é muito caro, paguei 25 euros pela noite e o hostel é maravilhoso, camas confortáveis, tomada elétrica na cama, armário para guardar a mochila, wifi funcionava muito bem, banheiros limpos, não precisa de muito mais, certo? Ah precisa? Então ok, um bar na recepção, jantar grátis e uma área de chill out com um super sofá que dá até para tirar um cochila depois do check out!

Bom, o tempo era curto em Copenhagen já que eu ficaria apenas 2 dias e 1 noite, mesmo com uma chuva fraca, vamos explorar. Informação importante, na Dinamarca a moeda não é o euro e sim a coroa dinamarquesa então trocar um pouco de dinheiro era importante, mas só o suficiente para dois dias.

Uma coisa que eu adorei de Copenhagen é que o centro da cidade é bem pequeno e você é capaz de fazer tudo a pé se quiser, alugar uma bicicleta também é uma opção, eu fiz tudo a pé e foi bem tranquilo. Uma coisa interessante também é que até o metrô de Copenhagen tem wifi público.

Ok, tudo pronto. Hora de explorar a cidade. Caminhando pela cidade você percebe que ela é muito bem organizada. Um dos principais pontos turísticos da cidade é a estátua da Pequena Sereia, feita em homenagem ao autor dinamarquês Hans Christian Andersen que morou em Copenhagen desde os seus 14 anos. Então a estátua era meu primeiro destino.

No caminho, passei pelo Christiansborg Slot, que é um palácio que hoje serve como prédio do governo e é a casa do Parlamento, do Primeiro Ministro e da Suprema Corte da Dinamarca.

copenhagen-2

Andando um pouco mais me deparei com Nyhavn, que significa Novo Porto, um lugar famoso por suas casinhas coloridas, bares e restaurantes.

copenhagen-3

De onde sai também uma ponte que vai para a cidade livre da Christiania. A cidade livre da Christiania é uma área autoproclamada autônoma em Copenhagen. Antes uma área militar, Christiania era uma área praticamente deserta e moradores de rua passaram a usar os prédios vazios. Em 1971 os moradores de um bairro vizinho derrubaram as cercas para que suas crianças pudessem brincar nos seus parques não utilizados. Pouco a pouco a área foi sendo ocupada por pessoas com ideologias de coletivismo, anarquia, hippie e artísticas.

Hoje, organizada, Christiania possui suas próprias regras independente do governo dinamarquês, onde é proibido roubar, carregar armas, violência e drogas pesadas. O comércio de maconha é permitido e tolerado pelo governo.

Infelizmente enquanto estava começando a cruzar a ponte que liga Nyhavn a Christiania começou a chover muito e voltei para Nyhavn, infelizmente não consegui visitar Christiania nessa viagem. Mas fica um motivo para voltar.

copenhagen-4

Andando um pouco mais chegamos ao Amalienborg, que é uma praça em formato octagonal com 4 palácios com uma fachada idêntica. Foi construída originalmente para famílias nobres, porém, quando um incêndio acabou com o palácio Christianborg, a familia real da Dinamarca comprou os prédios e passou a residir em Amalienborg. Todos os dias às 11:30 é possível ver a troca da guarda real.

copenhagen-5

Ao fundo da foto é possível ver a Igreja de Mármore (Marmorkirken), outro famoso ponto turístico de Copenhagen.

Chegando à parte da cidade conhecida como Langelinie Promenade, nos deparamos com uma enorme fonte, linda. Essa fonte foi doada à cidade pela Carlsberg (produtora de cerveja) e representa a deusa nórdica Gefjun.

copenhagen-6

O parque de Langelinie é lindo, cercada de jardins e é onde fica a estátua da Pequena Sereia. A estátua em si, para mim, é um pouco sem graça. O que vale a pena mesmo é a área onde ela fica, que é realmente belíssima. Além da estátua e da fonte, o parque também é lar da Fortaleza de Kastellet, em uma parte de terra em formato de estrela.

copenhagen-7 copenhagen-8No caminho de volta, fui visitar o Castelo de Rosenborg e seus jardins, são espetaculares, absolutamente lindos. Durante o dia é possível ver várias famílias e grupos de amigos aproveitando o parque. É um lugar ideal para passar uma tarde e relaxar.

copenhagen-9

copenhagen-10

Última parada antes do hostel, Amagertorv (Praça Amager) que é a principal praça da cidade, onde se encontram várias lojas famosas, bares e restaurantes. Vale a pena conferir!

copenhagen-11

copenhagen-13

Nossa curta viagem a Copenhagen chega ao fim, e o próximo destino é Oslo, Noruega. Então nos vemos por lá!

Toda terça-feira um novo post sobre um mochilão de três meses pela europa, acompanhe!

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Pin It Share 0 Filament.io 0 Flares ×

One Comment

  1. Pingback: O que fazer em Oslo, na Noruega - Coletivo de Viagem

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *